Em Plano de retomada da atividade econômica após a quarentena, Protocolo de distância social no trabalho

DISTANCIAMENTO SOCIAL NO TRABALHO

Todo local de trabalho deve seguir um protocolo para a entrada do colaborador:

    1. Utilizar o Termômetro Digital Infravermelho de Testa para aferir a temperatura dos colaboradores na chegada ao ambiente de trabalho;
    2. Se possível, realizar rápida entrevista com profissional de saúde para identificação de possíveis sintomas da Covid-19;
    3. Uso obrigatório de máscaras, prezando pela manutenção e higienização a cada uso ou descarte;
    4. Manter uma distância mínima segura entre as pessoas e, onde não for possível utilizar barreira física ou protetor mais potente;
    5. Alternar dias de comparecimento entre os funcionários nas equipes;
    6. Considerar jornadas de trabalho menores nos primeiros meses.
    7. Seguir as orientações da OMS sempre que possível.

Revisar layouts e métodos de produção, ajustando-os para atender às necessidades sociais de distanciamento – por exemplo, através do uso de barreiras físicas quando possível;

Modificar o layout das salas de descanso e lanchonetes para atender às necessidades sociais de distanciamento – por exemplo, através da redução do número de mesas ou cadeiras e de barreiras físicas quando possível;

Modificar qualquer serviço de café / cantina / sala de almoço para eliminar pontos de maior aglomeração de pessoas;

Colocar sinal indicativo de número máximo de pessoas permitido para garantir o distanciamento social nos ambientes.

  1. Reforçar a aplicação das medidas de distanciamento social através de sinais,cartazes e marcações no chão;
  2. Em um primeiro momento, fechar todas as salas de ginástica e os espaços de convivência, se houver;
  3. Privilegiar o teletrabalho sempre que possível;
  4. Escalonar os horários e intervalos de início e término do turno. A expansão de operações de 5 dias para um período de 7 dias é outra possibilidade;
  5. Para forças de trabalho maiores, se possível, estabelecer zonas para separação dos funcionários em grupos de trabalho isolados.
  6. Priorizar a realização das reuniões por teleconferência. Quando reuniões presenciais forem necessárias, seguir estritamente as orientações de distanciamento social e minimizar o número de participantes;
  7. Rastreabilidade: nos ônibus, restaurantes, refeitórios e nas áreas de descanso e office, procurar sentar-se sempre em posições fixas para possibilitar a identificação de quem teve contato próximo em caso de transmissão;
  8. Rever a lotação de elevadores em prédios comerciais de forma a garantir o distanciamento;
  9. Em equipes maiores, criar espaços definidos de trabalho para diferentes grupos eevitar contato entre eles, para facilitar o mapeamento e dificultar o contágio.

Fonte: https://coronavirus.fiesp.com.br/blog/fiesp-lanca-protocolo-de-retomada-das-atividades-apos-quarentena